E hoje completo um ano… na Suécia!!

Pois é, só me lembrei deste dia quando fui dar o beijo de despedida no meu viking hoje pela manhã, antes que ele parta para o trabalho. Vi no telefone dele a data e me lembrei de como trouxemos minha mudança da França para a Suécia. Chegamos em Estocolmo super tade, mas a sensação de pôr os pés no aeroporto em Skavsta, não mais para passeios ou visitas, mas sim para morar, é indescritível.

E este ano, que fecha seu ciclo hoje, posso dizer que aprendi bastante. Não só um novo idioma, mas um pouco mais sobre mim mesma, meus limites, minhas fraquezas e também forças que estavam guardadinhas em algum lugar dentro de mim. Aprendi a olhar para outras culturas de uma maneira diferente, a respeitar mais a natureza, a plantar, a colher champignon na floresta, que os japoneses se vestem de branco para um velório, que os gregos ainda mantém uma antiga tradição (a de pagar para chorarem nos enterros), que a Etiópia nunca foi colonizada e tem um alfabeto incrível, que a festa de casamento na Argélia e na Costa do Marfin podem durar uma semana e que na Índia, as famílias mais abastadas, ainda possuem o dote (e que dote!!!), que todos nós podemos ser mais tolerantes com as diferenças e que devemos ter isso presente nos nossos corações sempre que nos deparamos com o diferente.

Além de aprendizado, este ano também foi de descobertas. Descobri que escrever no blog sobre meu processo de adaptação me ajuda bastante e que ter amigas com quem se têm encontros semanais é muito gostoso e que conforta o coração falar português com elas. Descobri que na Suécia os ciclistas podem ser multados por ultrapassarem um sinal vermelho, que é indelicado, ou melhor, não aconselhavel, perguntar em quem um nativo votou nas eleições assim como quanto ele ganha de salário e que dar presentes ao chefe é desaconselhável. E também que o jornalismo daqui se faz com frases simples, curtas, diretas e que as vezes essa simplicidade complica (principalmente para uma mente essencialmente latina, feminina e complexa), que é muito normal, comum e gostoso tomar sorvete enquanto faz muitos graus abaixo de zero, que muitos dos suecos que conheci adoraram se deitar e descansar na minha rede da sala e que alguns deles já formaram um grupinho para visitar o Brasil numa próxima viagem nossa, entre outras coisas que não consigo listar neste momento.

Na verdade, aprendi que estou em eterno processo de evolução para me tornar uma pessoa melhor e que ainda tenho um longo caminho (de descobertas) pela frente…

  • A segunda palavra do dia é att lära sigaprender

7 thoughts on “E hoje completo um ano… na Suécia!!

  1. Oi Ju. Tenho vindo sempre visitar voce e cada vez me deleito com seu jeito gostoso de escrever. Quem dera eu tivesse o dom da escrita como voce. Tenho aprendido bastante com as suas narrativas. Parabens pelo blog e pelos posts que voce descreve como ninguem. Me sinto feliz em te-la conhecido, mesmo que virtualmente. Beijao e parabens por 1 ano de Suecia. Ediane

  2. Carol says:

    Oi Ju,

    Que os proximos anos sejam cada vez melhores pra vocês ai !
    Eh verdade que nessa vida de imigrante aprendemos muito, a ser mais tolerantes, a respeitar nossas fraquezas e nos apoiar em nossas forças.. aprendemos a valorizar ainda mais as pessoas que amamos e estão longe.. e com certeza amadurecemos muito neste processo!

    Que venham muitos outros anos de Suécia pra você!

    Um beijo,
    Carol

  3. Oi Ediane, obrigada por gostar do Enquanto isso,… fico feliz com os elogios. :)

    Obrigada Carol.

    Bruninha, valeu pela visitinha. E que surpresa você de casa nova. Já fui conferir teu espaço. 😀

    Concordo contigo Ale!!! 😉

  4. Celso Escobar says:

    Prezada Ju Moreira,
    Descobri seus textos por acaso ao pesquisar no Google sobre o dialeto “Scanian”, para o qual buscava uma tradução para o português. Gostei do que li sobre seu aprendizado de sueco e, em seguida, usando novamente o Google, descobri esse seu blog, bastante interessante e bem escrito. Tenho noções de sueco e sei a dificuldade que é aprendê-lo. Acho incrível que apenas 1 ano seja suficiente para ler sueco fluentemente. Parabéns.

  5. Suely says:

    Oi nega,
    FICO SUPER HIPER FELIZ QDO, VEJO QUE ESTAIS SE SAINDO BEM APÓS 1 ANO EM UMA TERRA DISTANTE E COM UMA LINGUA DIFÍCIL DE SE APRENDER.
    MAS COMO SEMPRE LHE DIGO, VOCÊ É ESPECIAL E SUPER INTELIGENTE, ACHO QUE VC. PUXOU AO SEU PAI.
    Espero que continues assim, perseverante, estudiosa, humilde,despretenciosa, audaciosa e inteligente.
    Que neste ano de permanência aí tenha contribuindo em muito para seu aprendizado e o aplique no seu dia a dia.
    Mas uma vez parabéns.
    Tenho muito orgulho de você pois como sempre te digo, hoje fazes aquilo que gostaria ter feito com a sua idade, mas que
    felizmente você o faz e com bastante dignidade.
    beijos mainha

Comments are closed.