A cereja do bolo…

Estou de ressaca. Mas ressaca de família mesmo. Ontem foi o aniversário da minha sogra e todos mundo estava presente. Éramos quase 20 pessoas entre irmãos do meu viking e respectivas namoradas e parentes próximos. Mas o tico e teco de uma das tias dele parece trabalhar a mil por hora. Ela não bate muito bem da cabeça e, de quando em vez, até esquecemos que ela é um pouco maluca pois transparece normalidade. Ela pensa que está sendo vigiada, diz ver clarões enquanto dirige e por um simples flash de máquina se irrita e faz um pequeno show. Para evitar isso, mesmo em lugares fechados, ela usa óculos escuros. Vai entender!!

Ontem foi assim. Fiquei super constrangida pois eu e meu viking fomos os “responsáveis” pela fúria da tia. Entendi quando ela nos chamou de inconvenientes e ainda por cima parabenizou o irmão mais novo do meu viking por ter uma namorada tão simpática. Putz, como aquilo me deixou errada, sem reação e sem entender o porque da situação. Só vim saber que ela tinha ido embora por causa da foto quando ela estava reclamando com minha sogra e enquanto outros parentes me diziam para não dar bola para as loucuras dela. Algumas horas antes ela já tinha tentado conversar comigo exigindo que eu fale sueco com todos num tom não muito agradável. Juntando tudo até parece que esse tipo de comentário rola apenas pelo fato de eu não ser sueca e não poder ouvir todas as reclamações, lamentações e paranóias que fala.

Lembro que nosso primeiro encontro foi há exatamente um ano. Eu balbuciava apenas algumas palavras do idioma e ela, querendo ser agradável, tentava falar francês misturado com inglês e sueco para me contar a história dos tataravós que moravam sei lá onde e que estavam enterrados em tal cemitério. Neste dia ela até me pareceu normal, mas já deu sinais que não tive a capacidade de decifrar. Ou melhor, eu com minha mania de achar que todos são agradáveis e ótimas pessoas acabo não perbendo (ou deixando prá lá) possíveis alfinetadas. Por isso descarto logo a possibilidade de estar sendo atacada.

Pois bem, neste dia ela, que é viuva, contou que já estava preparando o testamento dela. O detalhe é que a mesma disse incluir apenas o nome dos filhos pois não quer deixar nada para as noras e nem para os netos, já que assim as mães dos guris tomariam conta da herança. Na verdade, ela argumentou que todos só estão interessados no dinheiro dela e que noras não são nunca pessoas confiáveis. Minha sogra ficou morta de vergonha e ficou me pedindo desculpas. Aiii deixa pra lá.

Tirando este pequeno contratempo, o aniversário foi muito bom. O buffet contratado foi o mesmo da festa do doutorado, mas com outro menu. Os pratos de ontem foram:

Finas laminas de carne de bezerro marinado no alho; salada com batatas, champignon, aspargos, azeite de limão e molho de aguardente doce (delicioso);  alcachofra com nozes de pinheiro (não sei se a tradução de pinjenötter é essa) marinado com manjericão; brócolis grelhado com tomates cerejas levemente adocicados; creme de queijo de cabra e o pão caseiro italiano tipo fogacia. Além disso ainda tinham dois pratos vegan para minha cunhada e família. Tudo estava muito gostoso.

E falando em cunhada, a família vai aumentar. Ela anunciou há cerca de uma semana que está esperando mais um herdeiro. Todos ficaram contentes, inclusive o pequeno  que já havia cogitado um irmão há cerca de um ano. Conversamos bastante sobre crianças, sistema de creche na Suécia, gravidez (na adolescencia, dentro e fora de um casamento) e neste ponto ela me contou uma história interessante. Mas isso deixo para um próximo post, já que este está longo demais…

  • A palavra em sueco do dia é förvånad [forvônad] , (o fato de se surpreender) supresa, assustada

5 thoughts on “A cereja do bolo…

  1. Ítalo de Paula Pinto says:

    Pois é amiga, sempre digo que bom mesmo são os amigos, pois estes podemos escolher o que quisermos. Já os familiares, estes já vem no pacote quando nascemos ou mesmo quando casamos e levamos outra família de lambuja!

    ahahaha

    forte abraço ….

  2. laurams says:

    JUuuuu, obrigada pelo apoio no blog, achei que eu não ia conseguir colocar o video no site, mas não foi tão difícil, graças a tua ajuda. Ficou bem mais legal com o video no blog!
    Bjoss

    LA.

  3. ana says:

    Oh Ju, entendo bem isso… liga nao, essa mulher esta precisando eh de um bom caminhao de areia para descarregar, sabe? Essa coisa de “flash” e oculos escuros eh falta de ter o que fazer. Te mais

  4. Mas eu fico tranquila, Italo. Num próximo encontro vou até esquecer que algo aconteceu. 😉

    Laura amore, fico feliz de teres conseguido colocar o link. Vou la dar uma olhada novamente, aliás, adorei o vídeo. 😉

    Ana querida, não é só a mim que ela incomoda não. A família inteira reclama. Em alguns momentos vira até piada…

  5. Preta says:

    Tô imaginando tua cara junto dessa louca…kakakakkakakaka!!!!…tadinha!!!
    Mas não a deixe abalar…saia de perto…deixe ela falando só.

    Beijos

Comments are closed.