Valborgmässoafton

Na Suécia existe uma tradição em que cada dia do ano pertence a um nome: namnsdag (dia do nome). O 1º de maio é dia do nome Valborg. Mas o que quer dizer esse nome estranho do título? Vejamos:

É na véspera do dia de Valborg, que a Suécia festeja valborgmässoafton (lembram quando expliquei sobre o sufixo afton em sueco? Se não, é so vir aqui). Hoje é o dia de acender a fogueira e dar início a primavera (e também de comemorar o aniversário do Rei Carl XVI Gustav).

A idéia é que as chamas das fogueiras levem para longe a escuridão, o inverno e o frio. Enquanto os nativos cantam que o inverno acabou as chamas cumprem seu papel de vencer o frio. Após essa festa os suecos sentem realmente que a primavera chegou.

Mas porque comemorar o início da primavera na véspera do dia de Valborg? Qual é a explicação?

O nome Valborg só entrou no calendário sueco em 1901, entretanto a festa data da idade média. De acordo com o livro Tradition och Liv, o primeiro de maio era uma data na qual se iniciava um novo ano (econômico), um novo ano administrativo.

Nesta época, fazia-se também revisões financeiras de todos os compromissos das cidades e dos trabalhadores (alguém vê alguma semelhança com o prazo da declaração do IR?). Num dia tão importante não poderia acabar em outra coisa senão festa. O feriado do Valborg também é importante pelo fato de ser o dia em que os animais eram soltos no pasto após o inverno.

Uma explicação recorrente para o fato de se acender uma fogueira na véspera de Valborg recai no costume de que o fogo afastaria os animais selvagens no período de soltura dos animais no pasto. O fogo também é associado à bruxas e a seres dos quais as pessoas queriam se afastar.

Mas quem foi afinalValborg?

Segundo o livro Tradition och Liv, no ano 710 nasceu uma menina, filha de um casal de reis anglo-saxão, a qual foi enviada ao convento Winborn. Lá Valburga (seu nome pode também ser escrito Walpuirgis) foi criada e recebeu uma formação na área médica. Aos 30 anos, Valburga foi convidada pelo seu tio para ir à Alemanha ajudar na construção de um convento feminino numa pequena cidade que acabara de se tornar cristã.

O convento Heidenheim foi construido pelo seu irmão, Winnibald, como um duplo-monastério, com uma parte dedicada às mulheres e outra aos homens. Valburga tornou-se a primeira abadissa e diretora do convento feminino. Ela era tão respeitada e com uma grande capacidade de adminstração que quando seu irmão e diretor do monastério masculino morreu, ela se tornou diretora de todo o convento.

Ela era conhecida por curar pessoas. Uma noite Valburga foi chamada num vilarejo para ver uma garota, filha de um cavaleiro, que tinha uma grave doença nos olhos. Ao chegar no destino, os cães de guarda dos cavaleiros correram em sua direção e em vez de atacá-la, tornaram-se mansos e até acariciá-los foi possivel. Valburga pôde assim entrar no vilarejo e curar a menina.

Festa e álcool

É também no valborgmässoafton que muitos adolescentes começam a beber. A venda de álcool na Suécia é proibida para menores de 20 anos no Systembolaget (empresa estatal que possui o monopólio da venda de alcool na Suécia) desde 1969 e para menores de 18 nos bares e boates.

No entanto, isto infelizmente não impede que os adolescentes comprem álcool ilegalmente nas ruas. Hoje a noite, o programa Uppdrag Granskning exibe uma reportagem sobre o “System-Bolaget das ruas”, isto é, a venda ilegal de bebidas nas ruas do país (depois colo o link para o programa aqui) justamente no dia em que os adolescentes mais bebem.

  • A palavra em sueco do dia é valborgmässoafton [valbórméssoafton], véspera do dia de Valborg

4 thoughts on “Valborgmässoafton

  1. Hehehe! Ta funcionando muito bem o link para audio… Acho que de vir aqui, vou acabar aprendendo dinamarques e sueco (mas qual a versao do dinamarques? Vou ser obrigada aperguntar pro meu irmao, que mora na Suecia e ja moru na Dinamarca!). PEnsando bem, acho que um na familia sabendo falar esta lingua ta bom, ne? E nos aqui vamos esperar junho para acender as fogueiras… Voce bem que pode introduzir uma variante junina nesta festa nórdica! Bzus, boa semana primaveril, Ethel

Comments are closed.