Gröna Lund e enxaqueca não combinam

Estou tentando me recuperar do final de semana. Nada de baladas e afins. O que rolou mesmo foi parque de diversões. Sábado, o Gröna Lund, parque localizado num lugar bastante privilégiado de Estocolmo, com uma paísagem lindíssima, foi aberto só para família efuncionarios da empresa que meu viking trabalha. Ou seja, não pagamos nada (para brincar) e nos divertimos muuuuito.

O parque abriu as 11h, mas chegamos um pouco antes das 13h. Saímos de lá apenas quando fechou, às 19h. Andei em 3 tipos diferentes de montanha russa, inclusive naquela em que você fica suspenso, com as pernas livres, nos carrinhos bate-bate, numa catapulta de 55 mts de altura (que amei) que te deixa la em cima bastante tempo curtindo a linda vista da cidade e um outro de queda livre (fritt fall tilt – 80 mts) no qual as cadeiras inclinam em direção ao chão!(vocês podem conferir na foto ao lado)

Desse último, saí tremendo. De verdade! O medo maior não foi a queda livre, mas a subida lenta e perceber que 25 metros de diferença entre a catapulta e a queda livre podem parecer centenas de metros.

No parque, encontramos Ana e o respectivo e rapidamente formamos um quarteto difícil de segurar. Brincamos muito e rimos bastante. Só houve um probleminha: Ana foi bem esperta e quis ficar no chão quando decidimos ir ao Fritt fall tilt. Vejam pelas fotos nossas caras, exceto a primeira, claro!

Gröna Lund_2008Gröna Lund_2008

Gröna Lund_2008 Gröna Lund_2008

O mais chato de tudo foi a enxaqueca que me acompanhou durante o dia. Ao sair do parque, quis dar uma caminhada, para ver se melhorava, e acabamos caindo numa exposição de fotografias perto do Real Teatro Dramático de Estocolmo. Lindas as fotos. Respondemos um questionário e estamos concorrendo a uma delas.

A enxaqueca só piorou a noite. Cada passo parecia que uma nação de maracatu estava dançando na minha cabeça, se é que vocês me entendem. Tomei a segunda dose do poderosíssimo remédio que tomo e fui me deitar. Para minha surpresa, não consegui dormir. Além da festa do maracatu, a sensação de estar quicando (literalmente) foi impressionante. Suponho que foi efeito de muitas subidas e descidas no parque. Ou excesso de adrenalina!! haha

  • A palavra em sueco do dia é tivoli [tívoli], parque de diversões