Neva la fora e aqui…

“…não “faz” tão friooo”. Quis fazer alusão a clássica música de Lobão “Chove la fora”, mas neste caso não funciona e até soa errado em português, já que seria “está frio” ou “não está frio”. 😉 A primeira neve do ano em Estocolmo caiu hoje de manha… adorei. Apesar de ter derretido ao chegar no chão. Adoro neve. Adoro frio

Muita gente pergunta se aqui faz frio no inverno. Na verdade muita gente acha que aqui faz frio o ano inteiro. Os suecos, no entanto, costumam repetir uma frase que cai bem neste post:

Det finns inget dåligt väder, bara dåliga kläder!

Não existe tempo ruim, apenas roupas ruins!

Confesso que senti muito mais frio morando na França do que na Suécia. Explico:

Voltando as casas. Muitos apartamentos e casas são construídos com janela dupla (uma interna e outra externa. Outras, mais modernas, possuem três. Todas elas são bem isoladas e imepem que o frio entre. O sistema de aquecimento funciona bem e a temperatura média das casas gira em torno dos 22 graus.

Na França, parece que  não adianta aumentar o aquecimento pois como as casas não são bem isoladas, o calor não é aproveitado. Olhe que tenho experiência com diversos tipos de moradia na França, passando por apartamentos, casas e quartos.

As casas suecas / les maisons suédoises

Hoje, no jornal, foi publicada uma reportagem sobre os 60 anos da doação de casas suecas à um vilarejo em Caen, na região da Normandia, localizada no norte da França. A iniciativa partiu de um jornalista sueco que havia estudado na cidade e que, após uma visita a Caen, ficou perplexo com tamanha destruição. Victor Vinde ativou sua rede de contatos e conseguiu que a Suécia fizesse tal doação.

O interessante são as comparações que os próprios franceses fizeram à época da doação. Um em cada dois entrevistados acha que apesar de sexagernárias as casas ainda são modernas.

Em 1946, 400 casas de madeira, uma igreja e duas creches chegaram ao porto de Caen em um navio para serem montadas, mas apenas em 1948 elas ficaram prontas para serem habitadas. Foi neste momento que as casas causaram comoção.

Sven Ivar Lind foi o arquiteto responsável pela projeção das modernas casas suecas. As casas foram projetadas como um duplex (térreo e primeiro andar), três quartos, jardim, eletricidade, uma central de aquecimento e banheiro. O banheiro foi o que chamou mais atenção, já que na França da época, banheiros eram contruídos do lado de fora das casas.

A parte funcional das casas também foi uma surpresa. Em vez de móveis tradicionais, os guarda-roupas e a cozinha já chegaram embutidas. As tradicionais caixinhas de tempero sueca (kryddlåda) as quais eram possíveis puxar por uma aba de um armário embutido, foi algo realmente novo, assim como a tradicional despensa sueca (skafferi).

Além de muitos moradores afirmarem que estas eram as casas do futuro, outros foram bem mais enfáticos. “As casas suecas eram como paraísos. Elas eram quentes e secas. Era algo extraordiário e um provilégio morar lá”.

A matéria termina dizendo que a influência sueca continua. “ Hoje, 40% de todas as crianças francesas dormem numa cama IKEA”, conta o embaixador sueco durante a comemoração dos 60 anos da doação.

PS: Infelizmente não encontrei nenhuma foto em que houvesso o interior e/ou exterior das casas construídas em Caen. :(

  • A palavra em sueco do dia é element [êlement] radiador (aquecimento)
  • 2 thoughts on “Neva la fora e aqui…

    1. Ju,
      descobri que esses vidros das janelas não são duplos não… são quádruplos…
      uns bebados quebraram (tentaram quebrar) um dos vidros na entrada do meu predio (tipo uma janela)…. nem quero comentar sobre os noruegueses bebados… mas voltando a janela, quebraram-se 3 e ainda tem 1 intacta!!!!
      eu fiquei impressionada com os 4 vidros (tbm achava que eram 2).
      beijos e boa noite pra vc!
      Mercia

    Comments are closed.