Fotojornalismo em Sundsvall

Ainda estou um caco, mas me recuperando. No domingo, às 19h30 o trem vindo de Sundsvall chegou a Estocolmo comigo dentro.  Cansadíssima. Apesar das 3h30 de uma agradável viagem eu estava um caco. Desde sexta sem dormir direito e com aula durante todo o final de semana até as 21h.

Sexta feira arrumei a mala e parti para o curso de fotojornalismo em Sundsvall. O hotel no qual me instalei tinha um preço bastante atrativo para estudantes com direito a café da manhã e ainda com serviço de traslado na chegada a cidade. Deixei Estocolmo com uma temperatura de -10 e cheguei lá em cima com um pouco mais frio que -20. :roll:

Infelizmente não pude conhecer a cidade, mas pelo que vi e ouvi ela fica entre duas montanhas, a do sul e do norte, o que faz com que não haja a ventania que assola Estocolmo. Então, apesar de -20, não era desesperador. O negócio era só não ficar muito tempo do lado de fora. Não foi o que fiz. hahaha Caminhei do hotel a escola (2km), até porque o ônibus levaria quase 1h para fazer o pequeno trajeto, peguei a direção errada duas vezes e só depois de 40 minutos cheguei ao local (depois de olhar no mapa e perguntar a outros três transeuntes).

Minhas impressões?

Campus da MittUniversitet em Sundsvall (Foto: Ann-Britt Nilsson)

Achei o campus da MittUniversitet suber fofo, moderno e tudo muito bem organizado e construído. A Universidade fica ao lado do rio que corta a cidade o que torna o campus ainda mais agradável. Os prédios são bem planejados e distribuídos. Dentro de alguns deles, arte por todos os lados e plantas (um jardim para o ano inteiro), claro!

Campus da MittUniversitet em Sundsvall (Foto: Åsa Grip)

Apesar de o curso ser a distância e ter apenas quatro encontros (leia-se quatro finais de semana, o que para mim foi um susto!) durante o semestre, minha experiência em estudar com nativos está sendo ótima. A começar pelo professor.

Uma simpatia, super agradável e, apesar de sua ampla bagagem, mostrou ser de uma modéstia incrível. Além disso, a paciência e a vontade de ensinar cativaram todos os alunos. Dos 30 estudantes aceitos pela universidade, apenas seis compareceram no final de semana. Uma pena para o professor. Um “desastre” para o investimento que a universidade está fazendo (É a primeira vez que este curso está sendo dado!).

No entanto, para os seis que estavam lá, foi como ter uma aula particular! 😀 O clima entre alunos e professor foi ótimo. Aula e refeições foram feitas em conjunto e até sobre viagens e outras experiências conversamos. Detalhe: O professor acabara de voltar de uma viagem de 17 dias no Brasil, com direito a curso de mergulho e tudo!! 😉

Meus colegas de sala são queridíssimos. Fiquei impressionada com a gentileza de todos. Logo no primeiro dia de aula, eu e um outro aluno hospedados no mesmo hotel, recebemos convite para uma carona de ida e volta durante todo o final de semana. No domingo, convite vindo de uma outra colega para nos levar a estação de trêm. Não poderia ter ficado mais encantada! Além disso, já ficamos avisados que nos próximos encontros também teremos carona. 😀

  • A palavra em sueco do dia é ödmjuk , [[oe]dmíuk] modesto, humilde

5 thoughts on “Fotojornalismo em Sundsvall

  1. Ju!

    A universidade daí é bem parecida com a que frequento aqui em Southampton. Eles parecem investir tudo em organização e conforto.
    Tomara que nos próximos encontros alguém mais aparece 😉
    Ah, e fale mais do professor, qual o nome dele? É sueco?

    Beijoo!

  2. Ju, apesar do cansaço imagino q foi super legal…imagina o professor q chega do Brasil, isso deve bater uma orgulho verde amarelo e um sorriso de orelah a orelha, nè?

    Bjs

  3. Ari amore, é a segunda uni que estudo na Suécia. A de Estocolmo não é tão moderna e confortável quanto a de Sundsvall (esta ganhou o título de unversidade ha pouco tempo). O curso que fiz na de Estocolmo não podemos chamar de organizado. heheheh

    Quanto ao professor, ele se chama Terje Lindblom (clica no nome e vê um pouco do curriculo dele) e é sueco, sim! 😉 xero

    Pois é, Meiroca, gostei de ouvir que ele esteve no Brasil e que gostou bastante. Ele ficou pelo Sul, em Santa Catarina, Bombinhas e um outro local que agora nao me lembro o nome. :) xero

Comments are closed.