Os suecos vistos por estrangeiros

No jornal de hoje, foi publicada uma reportagem (que infelizmente não está disponível online) onde quatro estrangeiros dizem como os suecos são/se comportam a partir do ponto de vista de sua origem, ou seja, sempre comparando com sua cultura. Eu e meu viking rimos bastante. Inclusive  ele concordou com muitas coisas ditas pelos entrevistados. Vamos as partes mais interessantes:

Doris Jinwen Li, chinesa, 22 anos, mora na Suécia desde 2001

bandeirachina

Adolescentes na Suécia e na China são bem parecidos mas existem várias coisas que nos distinguem. O olhar sobre a comida, por exemplo. Quando encontramos alguém na China perguntamos “Você comeu? em vez de “Como você está?”. Tudo gira em torno da comida, não em torno da bebida como na Suécia. […]

No que diz respeito ao dinheiro, as coisas também são diferentes. Aqui, quando se sai para comer,  cada paga por si. Isso não faríamos. Aquele que convidou é sempre o que paga. 

Um dia eu ia de carro para algum lugar longe e um homem que estava no veículo comprou biscoitos para ele e disse que não tinha problema se os outros no carro provassem. Isso pode se dizer na Suécia. Na China é feio não dividir o que se tem com os outros.

Suecos são bons para doar dinheiro para causas humanitárias, mas não se importam muito com seus parentes. […] Os jovens não respeitam os mais velhos. […] Eles não expressam sentimentos no rosto então é difícil entender o que eles realmente querem dizer […].

Colin Moon, inglês, 51 anos, mora na Suécia desde 1998.

bandeirainglaterra.gif

O mais difícil de em trabalhar com suecos é que eles nunca conseguem tomar uma decisão. Tudo tem que ser fundamentado. Eles mesmo inventaram a palavra “processo de fundamentação – forankringsprocess“. Todos devem dar sua opinião e a decisão so é tomada democraticamente. Isso faz com que as pessoas achem que os suecos não são flexíveis. Diferente dos Estados Unidos, onde tempo é dinheiro, na Suécia as coisas podem levar o tempo que for, desde que o resultado seja bom. Quando algo precisa ser mudado, por exemplo, todo o processo é reavaliado.

A melhor forma de motivar um sueco não é pelo dinheiro, mas pela responsabilidade. Particiar e influenciar é mais importante do que um aumento de salário. Por outro lado, não tem ninguém que assuma a responsabilidade quando algo dá errado.

Ir jantar na casa de um sueco é também uma experiencia especial. Primeiramente deve-se dar a husesyn, a olhada na casa, como os suecos costumam chamar. Antes que os convidados cheguem, é comum que os suecos limpem a casa minuciosamente, inclusive dentro dos armários, para depois espalhar velas pela casa inteira. Suecos amam velas.

Quando é hora de comer, fala-se muito da comida e de como foi feita. Suecos costumam dizer “estava bom” mesmo se ainda estão comendo. O mais engraçado são os guardanapos em forma e cores da bandeira da Suécia com as quais os nativos limpam a boca. Você pode imaginar um americano fazendo isso com a sua bandeira?

Uma coisa que me incomoda muito é que os suecos são tão cuidadosos e que sempre escolhem o que é suficiente (lagom). Um exemplo disso é quando todos escolhem dirigir na fila do meio nas auto estradas. Mas é claro que existem coisas que eu admiro nos suecos como por exemplo quando tomam conta dos filhos. Os homens suecos, quando pais, são tão carinhosos! Em geral, suecos são bons ouvintes. Eles captam a atmosfera em diferentes contextos sociais e levam tempo para refletir.

Audrey Lebioda, francesa, 30 anos, mora na Suécia desde 1999

bandeirafranca.gif

Os suecos se importam pelo próximo de uma forma que os franceses não fazem. É engraçado como podemos encontrar uma luva perdida que alguém pendurou em uma arvore apenas para que alguém possa encontrá-la. Na França nunca que iriamos pensar que alguém poderia fazer o mesmo trajeto de volta para encontrá-la. Vejo com muita frequência bicicletas na rua sem cadeado. Eles ficam muito tristes quando as mesmas são roubadas. Acho que é inocência acreditar que todos são bons.

Uma coisa que é típica sueca é que eles tem muito medo de conflito e evitam machucar o próximo. Se eu pronunciar algo errado ou faço algo estranho vai levar um tempo muito grande até que um me corrija. Durante muito tempo eu disse heller hur em vez de eller hur (não é?!) e quando um colega apontou o erro aconteceu om um exagerado cuidado.[…] Suecos agradecem por tudo.

A idéia de tempo também é uma coisa que nos diferencia. Aqui sempre se chega na hora, na verdade, mais cedo do que o esperado. […] Uma outra coisa é que os suecos confiam muito nas autoridades públicas. […] Suecos reclamam mas esperam que os outros resolvam o problema.

Alexandros Varelopoulos, grego, 24 anos, em visita a namorada sueca, está aqui desde 2008.

bandeiragrecia

Gosto muito da Suécia porque aqui tudo é muito limpo. Aqui é tudo organizado. Se um ônibus na Grécia deve chegar as 17h, ele pode certamente chegas às 17h10. Na Suécia, sabe-se que o ônibus chegam na hora. Na Suécia existe um plano para tudo. É uma mentalidade especial. Claro que existem muitas regras para que tudo funcione. Suecos saem com as regras na cabeça e não ousam quebrá-las. Muitos dizem “Isto não pode se fazer”. Eles são educados assim. […]

  • A palavra em sueco do dia é beteende , [bêtêênde], comportamento

13 thoughts on “Os suecos vistos por estrangeiros

  1. Olááá!!! Adorei a reportagem… se bem que posso até não entender direito, porque só vivendo no local para concordar ou não, né? Mas adoro ler sobre diferenças culturais!!!

    beijoooos

  2. Ju,

    Adorei o post com esse texto ai!

    na verdade concordei com muito do que foi falado. Fiquei so pensando e curiosa porque e que voce disse que riu muito. Riu porque achou exagero dos estrangeiros e um olhar muito fora da realidade ou porque e exatamente o que voce pensa?

  3. Danielly says:

    Hej Ju…
    Adorei essa reportagem…Dei muitas risadas, mas no fundo no fundo concordo com tudinho. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    E o carnaval??? Estás acompanhando ?
    Xerinho

  4. Ju, eles falaram a verdade. As bandeiras…kkkk…as velas…eles esqueceram das flores que fazer parte do cotidiano das janelas suecas..kkk

    Virgem maria, eu vi meu marido em cada relato.Mas essas sao coisas que diferenciam um povo.bjs e dias felizews

  5. Cristina Seabra says:

    Digo e ainda torno a dizer Suecia nao e para brasileiros e nem tao pouco toda europa,as pessoas sao muito fechadas e ate os estrangeiros brasileiros se tornam esquisitos,para quem virou a casaca e bom,encontrei muitos amigos brasileiros bons no Brasil,atraves da net,mas a maioria que moram foram do Brasil nao dao valor a suas origens e so apontam defeitos do Brasil,amigas da onca e o que nao faltam,enquanto os europeus defendem as suas culturas a ferro e fogo,eu realmente sou suspeita para falar,foi um passo que dei falso que jamais repetirei,Brasil e um pais amado e outra coisa na europa nem tudo e perfeito aqui tem pessoas de mal vicios,violentas,com poblemas psicoligicos e jeias de regras,pesso que os brasileiros que viraram a casa fiquem so com oum passapot o europeu,pois meu companheiro e sueco e o segundo e o ultimo,muitos nao respeitam as brasileiras te assediam,bebem e batem eu acho que em geral muitos gringos sao falsos so sao bonzinhos no Brasil para serem bem recebidos mais em seus paises de origens sao frustado e tem um mal humor terrivel,e ainda tem brasileiros que tapam o sol com a peneira,tem muitos detalhes que gostaria de relatar mas sao privados,ja li quase dois mil jornais,moro a dez anos aqui e nunca consugui ter contato correto com as brasileiras que moram aqui as que apareceram so foram oportunistas e amigas da onca mesmo,a comunicacao aqui e zero,ninguem fala com ninguem a nao ser quando e para reclamar no ambiente de trabalho,essas pessoas nao sabem o que e carisma,sao frios,nao falam com ninguem e muitos estrangeiros vao pela mesma linha enquanto muitos estrangeiros vao ao brasil para abusar,falem bem ou falem mal,serei sempre a AMIGA DO BRASIL (ORKUT)Se a carapuca caiu em algumas brasileiras fiquem so com o passaporte europeu,o Brasil e um pais que dar o direito de voce escolher a sua cidadania,minha queridas nao tapem o sol com a peneira muitos estrangeiros nao querem respeitar as estrangeiras,sou suspeita para falar.DA AMIGA DO BRASIL(CRISTINA SEABRA)

  6. Cristina Seabra says:

    Olha gostei muito dessa pagina porque se vivemos num pais de democracia com certeza o meu texto sera aprovado,pois falar o que pensamos e um direito do cidadao,pois e muito importante que as pessoas falem o que pensam estando outras de acordo ou nao.(Amiga do Brasil Orkut)

  7. Cristina Seabra says:

    Olha a sua pergunta no blog e Os suecos vistos pelos estrangeiros,nao escrevi este texto para te distratar como voce falou,mas se voce acha que e isto, por mim e uma honra voce tirar o meu texto,pois democracia e falar o que pensamos,quandos os estrangeiros falam mal do Brasil no mundo nos temos que aceitar tambem,mas olha este e o meu ponto de vista,em geral,pois voce sabe de um ditado cada um sabe onde o calo aperta,eu falo de mim ,da minha esperiencia eu nao te ataquei agora eu quero realmente que voce tire o meu texto porque quem nao quer mas entrar nessa pagina sou eu querida.Porque democracia e falar o que pensamos este foi o meu ponto de vista pela experiencia que tenho,meu companheiro e sueco o ultimo dos moicanos eu estudo conecimento da sociedade e podemos falar o que quisemos,olha nao sitei nomes de ninguem,nem vi que seu conmentario era moderado.Para mim e um favor voce tirar os meus textos.Obrigada d aAmiga de sempre do Brasil Cristina Seabra

  8. Cristina Seabra says:

    Olha voce nao entendeu bem o falar mal do Brasil na minha frase quando falo ai temos que aceitar que falem mal do Brasil,se tem uma pessoa que mais defende o Brasil sou eu uma delas,e as mulheres brasileiras ,as minhas paginas sao maravilhosas tenho grandes amigas no Brasil que encontrei na net,coisa que nunca encontrei na europa,ja nao voltei por causa de motivos privados,mas o meu sonho e ir para nunca mas voltar,nao precisam nem mandarem como ja escutei.O Brasil e um dos melhores lugar do mundo para se viver,o povo e gentil,alegre.Desavencas de opinioes por defender o meu pais ja tive porque infeliz algumas brasileiras nao mostram o lado bom do Brasil,quem melhor mim conhece e o governo brasileiro no qual ja recebi uma carta na Suecia,e outra aceito as opnioes sejam elas negativas ou positivas do Brasil quando se tratam de injusticas sociais,mas estas estrangeiras que deixam o Brasil por outros motivos e so falam que na europa tudo e perfeito isto eu nao suporto,e so querem te utilizar como ja fui,por defender e ate telefonar a policia para proteger,uma pessoa que nao sabia se defender de um homem violento em um pais recem chegada,mas vi que nao valeu a pena porque muitas que falam desses homens violentos,continuam com eles.Entao e muito chato voce depois ficar desacreditadas das autoridades,ja bastam as denuncia de abusos,vilolencia,estrupos que nao vao aos tribunais nas autoridades suecas por acharem que nao tem provas e outra coisa ja escutei falarem que as autoridades nao acreditam muito nos estrangeiros e isto e muito mal,se um dia precisamos.Aprendi uma coisa nao encontrar mas brasileiras fora do Brasil,falo com uma perdida,pois respeito e bom e eu gosto.Da Amiga do Brasil(Orkut)

Comments are closed.