FacebookTwitter

Todas as músicas do mundo: Spotify

By on Jun 25, 2009 in Estocolmo, Europa, Geral, Jornal, Internet e TV, Meu mundo high-tech, Música & Livros, Suécia-Sweden-Sverige | 5 comments

Share On GoogleShare On FacebookShare On Twitter

Que tal ter todas as músicas do mundo disponíveis ao alcance dos seus dedos? Esta pelo menos é a proposta do Spotify (combinação de spot e identify), um programa de música por streaming*, que começou a ser desenvolvido pelos suecos Daniel Ek e Martin Lorentzon em 2006 e foi lançado ao público em outubro de 2008.

spotify_logo

O conceito é simples: disponibilizar um programa onde pessoas podem procurar e ouvir suas músicas favoritas, compilar playlists e compartilhá-las com amigos em forma de URLs (nas quais é possível clicar e ter acesso a sua compilação musical – pode-se dizer que é uma versão moderna das fitas cassetes à la High Fidelity).

Daniel Ek e Martin Lorentzon, fundadores do Spotify

Daniel Ek e Martin Lorentzon, fundadores do Spotify

Além disso, existe uma rádio onde é possível limitar a década e o estilo. Automaticamente o acervo do Spotify te apresenta várias alternativas musicais do período limitado. Tudo isso legalmente. Melhor impossível.

Questão usabilidade: O programa é bem fácil de manusear. Quase tudo na interface do Spotify é clicável, ou seja, possui links nos quais se encontra informações sobre o artista, música, álbum que você procurou e ainda te dá dicas de artistas semelhantes. O Spotify baseia-se no conceito drag and drop (clicar, arrastar(drag) e soltar (drop)), bastante conhecido de usuários de computadores. É com o drag and drop que o usuário consegue montar suas playlists, gerar uma URL e enviar por email, chats e programas de mensagens instantâneas afim de compartilhá-las. Também é possível montar playlists em conjunto com outros usuários. Conceito de interatividade levado a cabo. :)

Interface do Spotify

Interface do Spotify (clique na imagem para ampliar)

O Spotify ainda está em versão beta e para utilizá-lo é necessário um convite de alguém que possui uma conta premium. Explico: existem três tipos de contas no Spotify: Free, Day Pass e Premium.

A conta Free é financiada por anúncios. É a versão por onde muitos usuários começam a utilizar o programa. É também a versão que utilizo e confesso que os anúncios que ouço são bem raros. Muitos deles são divulgacão de shows ou propaganda do próprio Spotify anunciando novas ferramentas e novidades. :) Pelo que andei lendo, gravadoras que disponibilizam seu conteúdo para ser tocado no Spotify andam reclamando que a versão Free não contém anúncios suficientes para que os usuários e sintam incomodados ao ponto de dar um upgrade e passar a pagar pela versão premium!

Já a conta Day Pass, como o nome mesmo diz, é o acesso do Spotify por 24h após pagamento de 9 kr (menos de R$2,50**). Nesta versão, você não ouvirá anúncio algum e nada será debitado mensalmente.

A conta Premium é uma “assinatura” que você paga mensalmente 99 kr (um pouco menos de R$ 25,00**). Segundo o site da companhua a define, é a forma mais “pura” de curtir o Spotify. Na versão premium, os usuários possuem pleno acesso ao acervo do Spotify, não ouvem anúncios, concorrem a bilhetes, têm acesso a pré-releases e ainda podem distribuir convites para amigos e/ou conhecidos. Esta é a unica versão que você não precisa ser convidado. É só pagar e tê-la em mãos.

Segundo entrevista de Daniel Ek a TV do DN (em sueco), o Spotify surgiu como uma ideia de ser um programa 100% financiado por anúncios. Mas foi completamente desacreditado por vários atores do mundo da música. Ao oferecer o programa a parceiros, o Spotify foi ganhando a cara que tem hoje, com versões pagas, tornando-se assim, atrativo para as gravadoras.

Ao que me parece, a versão Free tem um acesso limitado ao acervo disponibilizado pelas majors Universal, EMI, Warner e Sony (entre outras gravadoras com as quais o Spotify possui acordos). Não tenho certeza, já que não encontrei essa informação em nenhuma fonte segura. Também não encontrei informações sobre como o Spotify paga por cada música tocada. Vou continuar pesquisando e atualizo assim que encontrar.

Para os artistas é uma super ferramenta de divulgação. No site do programa (todo em inglês mas com opção para lê-lo em francês), existe um espaço para que artistas e selos possam se inscrever e com isso fazer parte do acervo (O Spotify adiciona centenas de músicas por dia – apenas ontem, 24 de junho, 461 álbuns e singles foram adicionados, perfazendo um total de 6405 faixas). No entanto, existem artistas, como o Metallica, que não acreditam no formato e exigiram que seus acervos não fossem disponibilizados pelo Spotify.

[youtube BqCgpKxN7iY nolink]

Apesar do acesso restrito, o Spotify está fazendo um sucesso imenso nos países onde o download do programa está disponível: Suécia, Noruega, Finlândia, no Reino Unido, na França e Espanha (eles estudam em breve o aumento da lista de países). O sucesso do Spotify é tão grande – alguns até dizem que pode ser comparado ao surgimento do Napster (o Spotify também está sendo chamado de assassino sueco do iTunes) que mesmo antes da entrada no mercado americano, já começa a incomodar gigantes da tecnologia, como a Apple e seu ipod/iTunes.

Com o avanço da tecnologia em celulares, o desafio do Spotify agora é entrar neste mercado. Alguns especialistas acreditam que ao ser lançado em plataformas móveis (quesito portabilidade) a chance do Spotify em se tornar um grande produto no ramo da música é garantia absoluta. :D Já existe inclusive uma versão do Spotify para o Google Android (veja entrevista, em ingles, no video abaixo). É esperar para ver o desenrolar dessa história.

[youtube Z5whfaLH1-E nolink]

Streaming (fluxo de mídia) é uma forma de distribuir informação multimídia em rede. É uma forma de ter acesso a material protegido por direito autoral, uma vez que a música, por exemplo, não é baixada nem armazenada no computador, mas reproduzida online (como rádio e tv).

câmbio de 24/06

E aí, Borboleta querida, o que achou?? ;)

Reblog this post [with Zemanta]

5 Comments

  1. Somnia

    June 25, 2009

    Post a Reply

    JUSITIA!!!

    que legal! quanta informação boa! e eu juro que achava que so tinha a versão paga de 99 coroas por mes!

    mas acho que o que vc disse sobre nao incomodar e muito certo… as propagandas nao sao muitas dai que a gente fica acomodado na versao free, embora eu possa dizer que varias vezes pensei em pagar, ja que quando pego musicas pra angelo dormir, por exemplo, e corta com a propaganda nao tem graca nenhuma…

    o mesmo quando to ouvindo um cd inteiro ou musica mais calma, ou classica, e sou cortada por uma falação. De qualquer maneira acho a criação do spotify magnifica.

    Hoje de manha quando abri para ouvir meus classicos relax havia uma mensagem e gelei pensando o que seria de mim agora sem o acesso a tanta musica do mundo?

    Outra coisa Ju: as ultimas festas que demos em casa foram patrocinadas pelo spotify… e o mais legal e que as pessoas vao fucando e achando suas prediletas, ha uma troca imensa e isso e muito bom.

    ah! e sobre as musicas que a gente nao tem acesso com a versao free e mais ou menos assim: tem tanta coisa, tanta que acabo indo parar em outras coisas que eu nao conhecia, mas de fato ja procurei muita musica que o cantor nao disponibiliza. As vezes o cara disponibiliza quase tudo, mas nao os ultimos cds ou os cds mais vendidos. Acho que para se garantir… nesses casos eu tenho vontade de pagar mais.. mas ainda nao estou totalmente decidida.

    vou linkar o post no borboleta! mais tarde, mas o farei!!!

    beijocas!

    ah!!! voce precisa assisitir ao house pra gente trocar figurinha… as series que vc falou eu nao ando acompanhando!!!! embora eu tenha ficado tentada a fuçar em algumas! rs

  2. Mariel Stupp

    June 27, 2009

    Post a Reply

    Adorei!!
    Meu namorado como sempre sò me dà informaçao “por cima” pela internet.
    Acho uma òtima maneira de parar de sobrecarregar o notebook com mùsicas que “talvez um dia eu queira ouvir”!
    Pena ainda nao ter chego no Brasil, mas logo deve vir esse ou algum outro do genero.
    Mas jà testo mes que vem, quando chegar na Suécia e vejo se é tudo o que estou imaginando também! :)
    Beijos e bom fim de semana

  3. Ciça

    June 29, 2009

    Post a Reply

    Ah mas o complicado é achar uma agora que tenha a conta premio pra mandar o convite pra gente!!
    .-= Ciça´s last blog ..A dama na noite! =-.

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>