Notinhas da terra viking 01/08

  • Svalbard Global Seed VaultImaginem uma arca de Noé mas que em vez de animais pudéssemos guardar todos os tipos de sementes que conhecemos na face da terra. Pois isto já virou realidade e fica aqui na Escandinávia. A Noruega, em parceria com a ONU, inaugurou na última terça-feira, no arquipélago de Svalbard, cravada numa montanha no círculo polar ártico, a Caixa Forte Internacional de Sementes (clique na foto para ver ampliada), a qual está sendo chamada de “cofre do fim do mundo”.

    A construção visa abrigar sementes de todas as variedades com valor alimentício oriundas de todas as partes do mundo e salvaguardar a agricultura mundial em caso de catástrofes (guerras, mudanças climáticas ou ataques nuclerares). Segundo o release distribuido para a imprensa (também disponível em links logo abaixo) a baixa temperatura e uma taxa baixa de umidade irão garantir uma atividade metabólica reduzida das sementes que poderão ser conservadas por séculos ou mesmo, em alguns casos, milênios. Nessas condições a cevada, por exemplo, pode ser conservada 2000 anos, o trigo 1700 anos e o sorgo cerca de 20 mil anos.

    O Brasil através da Embrapa foi convidado a contribuir com o projeto. O banco genético brasileiro da Embrapa fica localizado em Brasilia e possui mais de 100 mil amostras de espécies vegetais de importância sócio-econômica.

    Para saber com mais detalhes sobre o projeto existem materiais oficiais publicados em inglês, francês em italiano, alemão e espanhol. (os dois primeiros links são pdf, o das outras línguas levará ao site onde será possivel acessar links para os respectivos idiomas).

    Vocês podem ler mais sobre o que está sendo feito no mundo para a segurança alimentar no site da fundação The Global Crop Diversity Trust.

    sol1sol1sol1sol1sol1sol1sol1
      • Nem tudo o que é loucura se limita à terras tupiniquins. Semana passada foi publicado no jornal sueco que um homem foi preso por ter tido relação sexual com uma bicicleta. Sim, podem acreditar! O carinha foi preso depois de uma denúncia na qual a proprietária da bicicleta afirma tê-lo visto tendo relações com seu veículo de transporte.

        Existem provas materiais para provar que o rapaz estava em plena atividade com a magrela. Na central de polícia o homem confessou o ato e ainda declarou que se sentia excitado ao sentir o cheiro do guidom (a barra com punhos da bicicleta)

      • A palavra em sueco do dia é frö [fr(oe)], semente

        Vilma e William no trono dos nomes suecos

        Para aqueles que estão esperando o herdeiro e não sabem qual nome atribuir aos pequenos, aí vai a lista dos nomes que foram sucesso de regristro durante o ano de 2007 na Suécia. Os números correspondem a quantidade de registro com tais nomes durante o ano passado, enquanto entre parênteses correspondem a 2006.

        A grande surpresa do ano fica por conta do nome Emma, líder absoluto desde 1993 (exceto em 2000 e 2001) que perdeu quatro lugares e hoje ocupa a quinta posição. Especula-se que o Vilma-boom se deu por conta de uma série chamada Skärgårdsdoktorn (O médico do arquipélago) cujo personagem principal leva o nome de Vilma.

        Aqui é possível encontrar vários nomes suecos, explicações para tais, data a qual é comemorada o dia do nome e ainda conferir o ranking dos nomes nos anos anteriores…

        Meninas

        1. Vilma – 812 (7)
        2. Maja – 776 (2)
        3. Ella – 764 (11)
        4. Julia – 732 (3)
        5. Emma – 728 (1)
        6. Ida – 684 (6)
        7. Ebba – 679 (13)
        8. Linnea – 678 (8)
        9. Alice – 675 (10)
        10. Alva – 659 (5)

        Meninos

        1. William 1009 (3)
        2. Elias – 901 (4)
        3. Oskar – 899 (2)
        4. Lukas – 897 (1)
        5. Hugo – 789 (6
        6. Viktor – 764 (7)
        7. Erik – 756 (12)
        8. Filip – 742 (5)
        9. Emil – 722 (10)
        10. Anton – 710 (8)
        • A palavra em sueco do dia é namn [namn], nome (s)

        Enquanto o bom velhinho não vem…

        Minha prima me escreveu hoje para me desejar um feliz natal e fez referencia à casa do Papai Noel, a qual parece ser aqui perto. Isso me fez lembrar de uma matéria publicada no início do mês, no caderno de Economia do DN, na qual uma empresa de consultoria sueca divulga o resultado de um estudo que determina onde mora o bom velhinho.

        Na verdade, a empresa calculou qual seria o local onde o Papai Noel deveria morar para que a viagem ao redor do globo fosse otimizada. O cálculo foi feito a partir de dados demográficos, rotação terrestre e, o mais importante, onde as crianças moram. A resposta?

        Bem, para que 2,5 bilhões de casas com criancinhas gentis possam receber seus presentes o Papai Noel deve morar no Quirguistão. Sim pessoas, Quirguistão! Além disso, o bom velhinho deve ter uma ótima condição física (hehe, isso é um adendo meu!) já que, segundo a matéria, ele terá apenas 34 microsegundos para estacionar o trenó, descer a chaminé, entregar os presentes, beliscar alguma coisinha e voltar para as renas. Ufa!

        A polêmica…

        julglob.gifNossos vizinhos nórdicos não gostaram da idéia de que Papai Noel more no Quirguistão. Isto porque a Finlândia, Dinamarca e Suécia (este último com menos força) disputam o título de país natal do bom velhinho. A Lapônia finlandesa e a Groelândia, território autônomo pertencente a Dinamarca, são os principais rivais.

        Para muitos finlandeses e ocidentais, o bom velhinho mora na colina de Korvatunturi, perto da fronteira com a Rússia, e trabalha em Rovamieni, capital da Lapônia, onde está situada a fábrica de brinquedos. Anualmente a casa finlandesa do Joulupukki (Cabra do Natal ou Papai Noel, em suomi) recebe a visita de 500 mil pessoas. Existe inclusive uma comissão encarregada de fazer lobby para que a União Européia reconheça Rovamieni como a cidade do Papai Noel.

        A cidade possui vários atrativos, inclusive um parque temático, o qual funciona tanto no verão quanto no período do Natal, situado nas cavernas de Syväsenvaara. O escritorio do bom velhinho finlandes recebeu, só ano passado 700 mil cartas.

        pnoel.jpgJá para as crianças dinamarquesas, a cidade do Julemand (Homem do Natal ou Papai Noel, em dinamarquês) fica em Nuuk, capital e maior cidade da Groelândia. Seu escritório, no entanto, recebeu apenas 50 mil cartas. O interessante é que no Congresso Mundial de Papais Noel a questão é recorrente. Desde 1963 o evento reúne representantes dos bons velhinhos de todo o mundo nos arredores de Copenhague.

        Os suecos também querem levar o mérito de país natal do Jultomten (Gnomo de Natal ou Papai Noel, em sueco). Alguns nativos afirmam que o jultomten vive em Arvidsjaur, na Lapônia sueca, enquanto Mora (se pronuncia mura), cidade na região de Dalarna, também reivindica seu posto. Mora possui a Sagoland Tomteland, terra das sagas/histórias e, assim como a central dos correios Tomteboda, em Solna, é para onde as criancas suecas enviam cartas para o Papai Noel e de onde recebem respostas.

        O que vocês acham? Onde mora o bom velhinho? hehe Achei essa história de disputa bem engraçada e o cálculo da moradia bem surreal… Será que consegui responder tua pergunta, Jack? :roll:

        Sim, já ia esquecendo, ontem, 21 de dezembro, foi o dia do solstício de inverno no hemisfério Norte. Isto quer dizer que ganharemos minutos de luz diáros, ou seja, o período escuro se tornará gradativamente mais curto, até a chegada do midsommar, em junho.

        • A expressão em sueco do dia é God Jul [gud iúl], Feliz Natal

        Visão rosa

        Com o anúncio de um inverno “verde”, ou seja, sem neve :( e com recordes de temperaturas positivas no norte da Suécia, ganho às 15h20 da tarde de hoje um céu assim:

          visão rosa

          Ciça iria, sem dúvida alguma, querer adquirir uma nuvenzinha desta tonalidade para juntar à sua colecao! 😉

          • A palavra em sueco do dia é himmel [rímel], céu

          Estocolmo em números

          Há um tempo escrevi aqui algumas curiosidades sobre Estocolmo e Suécia que havia descoberto em vários sites e reuní tudo o que consegui num só post. Pois bem, achei que já estava na hora de dar mais dados sobre a cidade e mexendo um pouco lá e acolá encontrei várias coisas bem legais com informações bem pontuais. Enfim, vamos lá…

          • Estocolmo é a capital da Suécia e assim como Copenhague, na Dinamarca, são consideradas as maiores capitais da Escandinávia (Suécia, Noruega e Dinamarca) e também entre os Países Nordicos (Escandinávia + Islândia, Finlândia e os territórios associados Åland, Grönland e Färörna).
          • Estocolmo foi fundada na metade do século XIII (por volta do ano de 1250)
          • As mais antigas construções datam do início do século 13: Storkyrkan (A grande igreja) e Riddarholmskyrkan (A igreja de Riddarholm)
          • As mais altas contruções : Kista Science Tower (158m), Kaknästornet (155m), Klara Kyrka (116m) e Stadshuset (a prefeitura – 106m). A mais alta construção do país tem 190 metros de altura, chama-se Turning Torso e está localizada em Malmö. Existe um projeto em se construir um prédio para moradia de 200 metros em Estocolmo (Telefonplan).
          • O prédio da prefeitura (Stadshuset – foto) foi inaugurado no dia do midsommar em 1923 após 12 anos de construção. Possui em sua fachada cerca de oito milhões de ladrilhos/tijolos aparentes. Por detrás desses muros existem escritórios, salas para reuniões e para festas. Trabalham no prédio em torno de 200 pessoas, entre eles políticos e homens/mulheres de negócio. É no Blå Hallen (salão azul) que acontece o famoso banquete do prêmio Nobel, 10 de dezembro.
          • Desde janeiro deste ano a cidade passou a ser dividida em catorze partes (em vez de 18) as quais são responsáveis por diversos serviços para a comunidade tais como questões locais sobre meio ambiente, serviços sociais, cuidados geriátricos, limpeza de vias públicas, entre outros. A cidade decide sobre a divisão da verba entre as partes e estas aplicam onde acharem necessário.
          • A cidade possui 28 paróquias (Aqui filhos de pais filiados a igreja sueca são automaticamente membros. Uma porcentagem do salário já é descontada no contra-cheque e te da direito a casar, batizar, entre outras coisas, o velório e o funeral)
          • Estocolmo é cidade-irmã de Tallin, na Estônia (o conceito de cidades-irmãs foi criado na década de 50 com intuito de apaziguar rancores após conflitos que atingiram a Europa além de facilitar relações internacionais, sobretudo, relações sócio-culturais)
          • Parques e áreas verdes: Cerca de 40% da cidade de Estocolmo é constituída por regiões verdes e belos parques (38 no total). Os 60% restantes são divididos quase que igualmente entre água e locais destinados para habitação.
          • Existem 52 clubes de golf em Estocolmo (agora posso entender a fixação do namorado de Ana pelo esporte)
          • A cidade possui em torno de 100 galerias de arte e 70 museus
          • Ekoparken (O parque ecológico – foto) é o nome do Parque Nacional de Estocolmo. A cidade se orgulha por possuir o primeiro parque nacional do mundo a ser pertencido pelo Estado.

          .

          • Estocolmo está a altura do seu nome. A cidade é construída sobre 14 ilhas ligadas por 57 pontes (O nome Stockholm é formado da junção de duas palavras. Stock que significa tronco de madeira e Holme que significa pequena ilha. Supõe-se que o nome vem de um dispositivo de defesa construído de estacas de madeira que existia entre o Mälaren (nome do rio) e o Saltsjön (nome do lago))
          • O arquipélago de Estocolmo tem cerca de 24 mil ilhas e ilhotes.
          • A cidade de Estocolmo possui 188 km2, o que significa 2,9% de toda a região metropolitana
          • É a cidade que possui a maior população do país: 782 885 mil habitantes (dados de 2006). Se contarmos com os subúrbios esse número cresce e atinge a marca de 1 252 020 moradores. Já região metropolitana conta com 1 761 125 pessoas
          • O dia mais longo na cidade tem duração aproximada de 20 horas e 37 minutos. Em contrapartida, o mais curto é de 6solen.jpg horas e 4 minutos. Vocês podem verificar no almanaque 2007 do Instituto de Meteorologia e Hidrologia da Suécia (SMHI)
          • A mais alta temperatura já registrada em Estocolmo, a partir de 1901, foi de 35,4 graus (isso para cá já é um inferno de quente), dia 6 de agosto de 1975. Mas em 1811, o mercúrio chegou a 36 graus. Por outro lado, a mais baixa é de -28,2 graus, dia 25 de janeiro de 1942.
          • Segundo a Central de Estatísticas sueca, um estocolmense (?) médio ganhou em 2006 em torno de 27 700 SEK/mês (em torno de R$ 7 660,00) e tem 1,36 crianças na familia. A diferença entre os sexos é grande. Enquanto um homem ganha em média 33 700 SEK/mês (independe da profissão – é só uma média), uma mulher ganha 26 100 SEK/mês. Aqui vocês podem fazer o cruzamento das informações para saber sobre anos anteriores
          • O diretor Ingmar Bergman nasceu em Uppsala, região metropolitana de Estocolmo. Greta Garbo nasceu e está enterrada no Skogskyrkogården (O cemitério da floresta), na capital. A cidade disponibiliza aqui um formulário para aqueles que querem saber quem está enterrado em um dos 11 cemitérios de Estocolmo e a quem pertence o túmulo. Muitos dos turistas que visitam a Suécia querem saber onde artistas e pessoas importantes do país estao enterrados. Bergman está enterrado na ilha de Färå, onde viveu até seus últimos dias.
          • Distâncias:

          Estocolmo -Malmö (sul) – 591 km

          Estocolmo -Göteborg (oeste) – 477 km

          Estocolmo – Kiruna (norte) – 1240 km

          • Linhas de ferry: É possivel ir de barco a cidades como Tallin, Helsingfors, Mariehamn, Åbo, Riga, Gdansk, San Petersburgo e Visby
          • A cidade possui dois aeroportos: o Internacional Arlanda e o de Bromma
          • Transporte: SL (Stockholms lokaltrafik) é o responsável pelo transporte local (ônibus, metro) e SJ (Statens järnvägar) pelo intermunicipal/estadual (linhas de ferro).
          • Principais vias: Sveavägen (centro) e as auto-estradas E4, E20 e E18
          • A palavra em sueco do dia é siffror [síffror], números

          ABBA the museum

          ABBA the museum (reprodução gráfico do DN) Está previsto para o verão de 2009, mais precisamente para o dia 3 de junho, a abertura do museu do ABBA em Estocolmo. A obra está orçada em 200 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 55 milhões). A iniciativa é privada mas boa parte do financiamento vem dos cofres públicos, o que será recuperado com o pagamento do aluguel do imóvel onde sera instalado o museu. Nada de ponto sem nó!

          O projeto tem o nome de ABBA the museum e não deve se assemelhar aos museus comuns. A idéia é de que seja um centro de divertimento dividido em três andares. Os idealizadores pretendem que o museu tenha uma dinâmica de um bom filme. Isto significa que o visitante terá a possibilidade de seguir a carreira do grupo, que teve seu fim em 1983, através de um caminho marcado pelos 25 anos de estrada, ou seja, cada espaço será dedicado a um período específico da jornada do ABBA. Vejamos…

          Interatividade e multimedia são fatores que andam de mãos dadas neste projeto. Logo após a entrada será possivel encontrar, segundo os idealizadores, tudo relacionado ao grupo. Um espaço chamado Upplev ABBA live, isto é, experimente ABBA ao vivo, pretende proporcionar aos visitantes a mesma sensação de ver o grupo em um show.

          Nos pisos seguintes, os fãs do grupo poderão realizar seu proprio vídeo, cantar no karaokê, tomar um café, participar de um evento, ver exposições ou mesmo se esbaldar em uma pista de dança. Um espaço dedicado às roupas usadas nos shows terá certamente seu lugar.

          Bom, vocês devem estar se perguntando quanto tudo isso vai custar. Quem quiser curtir tudo o que o museu vai oferecer precisa desembolsar a bagatela de 245 coroas (por volta de R$ 68,00). Nem um pouco animador, heim? :(

          • O verbo em sueco do dia é uppleva [uppleva], experimentar, viver, sentir

          Prêmio Nobel

          Todo dia 10 de dezembro a Suécia pára para acompanhar a cerimônia de entrega do Prêmio Nobel, na Konserthuset (Teatro Nacional), e o famoso jantar de gala que acontece a noite no Blå Hallen (salão azul) da Stadshuset (prefeitura). Foi neste dia, há 107 anos que os primeiros prêmios foram distribuídos na Antiga academia de música de Estocolmo (1901-1925).

          Dois dos ganhadores deste ano não estarão presentes ao evento: Doris Lessing (literatura) e Leonid Hurwicz (um dos ganhadores do prêmio de Economia).

          O dia começa na Konserthuset, onde 1800 convidados acompanham a cerimônia de entrega dos prêmios, às 16h30 (horário local)

          A Tv 4 (privada) está com toda a programação dedicada ao prêmio. Já vi uma grande reportagem sobre Alfred Nobel, o discurso do prêmio nobel da paz, em Oslo, historia das joias que a rainha Silvia usou em 29 cerimônias que participou (este é o 30º ano), especulações sobre os penteados da rainha e princesas, entre outras coisas.

          familiareal_nobel_2007.jpg

          Família real

          (Rainha Silvia, em vermelho, o Rei Carl XVI Gustaf, a Kronprinsessa Victoria; atrás estão sentados a princesa Madeleine e o príncipe Carl Philip)

          Quero acompanhar toda a cerimônia e a festa pela TV já que este ano estou bem mais capacitada para entender inglês e o sueco. 😀 Posto aqui qualquer outra curiosidade que aparecer tanto na cerimônia quanto no jantar de gala.

          .
          Curiosidades

          • 23000 flores (orquídeas, rosas, lila entre outras) de diversas cores vieram de San Remo, onde Alfred Nobel passou seu último ano, para colorir os dois locais de festa.
          • 1800 1354 pessoas foram convidadas para o evento
          • 100 000 pessoas por dia visitam o site do nobel
          • 17 é o número de pessoas que cada ganhador do prêmio pode trazer para a festa
          • 170 estudantes são convidados a cada ano para particiar do evento
          • A lider do partido Social Democrata, Mona Salin, não estará presente no banquete de gala esta noite. Ela preferiu ir ao show de Bruce Springsten, onde ela terá a oportunidade de encontrar o seu ídolo. Ausência bastante comentada pela imprensa;
          • Antes da entrega de cada prêmio, uma pequena história sobre o merecido trabalho do premiado é discursada;
          • Receber o prêmio não é tão simples assim, tem lá seus protocolos. Depois de receber o prêmio das mãos do rei, os ganhadores devem agradecer três vezes: uma para o rei, outra para o comitê do nobel e outra para o público.
          • Há 111 anos (1896), morria dia 10 de dezembro, Alfred Nobel, idealizador do prêmio que leva seu nome. Em seu testamento constava que toda a sua fortuna devia ser dada à aqueles que prestaram um grande serviço à humanidade nas áreas de física, química, medicina, literatura e paz;
          • O prêmio Nobel da Paz é entregue em Oslo, capital da Noruega. Na época em que o prêmio foi criado existia uma união política entre a Suécia e a Noruega, formando um só país. Esta união foi desfeita em 1905, ficando a cargo do Comitê Noruegues do Nobel, a escolha e a entrega do prêmio da Paz;
          • O prêmio de Economia na realidade chama-se Prêmio de Ciências Econômicas em memória de Alfred Nobel e foi criado pelo Banco Central Sueco, em 1968. É o único dos prêmios que não é distribuído pelo Comitê do Nobel. Errôneamente, o prêmio de Economia é chamado de Nobel;
          • Hoje, 11 dezembro, no DN, é possível ver os vestidos das mulheres da família real, assim como de outras convidadas, que receberam nota de uma estilista (infelizmente não da para postar o link para os vestidos). Eu achei simples e lindo o vestido da princesa Victoria!;
          • Bagaceira – Uma das convidadas que trabalha num cargo de destaque na polícia sueca, confessou em entrevista (na entrada da Stadshuset) que ela e o marido comeram um hamburguer dentro do carro antes da festa. Ela explicou que em jantares finos como este a comida é pouca e por isso preferiu se “forrar o estômago” antes. Depois de uma (outra) pergunta nada discreta a reporter ainda levou um fora básico da convidada. Poderia ter ficado sem essa!!

          .

          • A palavra em sueco do dia é Nobelpris [Nobélpriss], Prêmio Nobel

          Antes e depois

          Vejam como 15 dias faz diferença!

          Dia 31 de outubro da varanda aqui de casa

           

           

          Essa aqui foi do dia 11 de novembro

          do mesmo bat-local

           

           

           

           

           

          Oficialmente o inverno ainda não começou e segundo os meteoroligstas, as temperaturas em toda a Suécia estão abaixo do normal para o período. Particularmente não reclamo, gosto do frio e de neve. Até torci para que a neve chegue. Gostaria apenas que tivesse caído bem mais do que isso. 😛 Ontem quase levei dois tombos. A pouca neve já virou gelo (glissante, vale salientar) possível de patinar. Hoje o dia amanheceu bonito e com sol, perigo!! O gelo deve estar mais glissante do que nunca!

          Agora é torcer para que neve mais e que ela não derreta até o próximo ano. Assim poderemos ter um Natal com paisagens bem branquinhas (nem sempre possível pelas bandas de Estocolmo, segundo os nativos)

          • A palavra em sueco do dia é snö [sn[oe]] , neve