Cartão de votação na mão

Faltam apenas 22 dias para as eleições na Suécia e as publicidades nas ruas já começaram a aparecer, os debates e entrevistas com os chefes dos partidos e suas coligações nas TVs estão a todo gás e a cada dia os jornais pegam mais um assunto na pauta das propostas para ser debatido.

Mais um sinal de que o dia em que será decidido se a Suécia voltará a ser governada pelos Sociais Democratas (em coligação com o partido de Esquerda e os Verdes) ou se continuará nas mãos da Aliança (coligação de quatro partidos de direita) é a chegada dos cartões de votação nas caixas de correios da população.

Cartão de votação

Sim pessoas, esse cartão de votação se assemelha ao nosso Título de Eleitor. Ele te informa o local de votação, a zona, quando e onde você pode votar além de indicar para quais votações você está apto a votar. Oficialmente, as eleições serão no dia 19 de setembro, mas para quem estiver impossibilitado de fazê-lo nesta data, poderá votar em avanço nos locais informados no cartão de votação.

Cartão de votação

Assim como no Brasil, as eleições ocorrem a cada quatro anos. Cidadãos suecos têm o direito de votar no parlamento, no “estado” ou “província” (Landstinget) e na cidade (kommun). Cidadãos da União Européia, Noruega e Islândia podem votar para a cidade e para a província, assim como os de outros países, estes apenas se o registro na Suécia datar de três anos antes da data da eleição. Tudo isso pode ser encontrado no site das eleições.

Este ano será minha primeira eleição como cidadã sueca e estou atenta aos debates e entrevistas. O voto é apenas uma das formas de poder influenciar a política de um país e não abro mão deste meu direito de forma alguma.

E para quem estiver curioso, vou votar nas eleições para presidente do Brasil. Transferi meu título de eleitor no início do ano e em outubro estarei na Embaixada com meu título na mão porque acredito no meu poder de eleitora.

Curiosidades:

Em um país com um pouco mais de nove milhões de habitantes, aproximadamente 7 milhões e 200 mil são autorizados a votar. 33% deles estão na faixa etária de 30-49 anos, 50,8% são mulheres e 7,1% vão votar pela primeira vez.

  • A palavra em sueco do dia é rösta [r[oe]sta], votar